Como aprender a improvisar.

Atualizado: 25 de Mai de 2020



Toda a pessoa que possui um instrumento (a voz também vale) pode começar a improvisar nesse exato momento. Mesmo que você tenha comprado o instrumento ontem, com certeza já sabe pelo menos uma nota.


É possível improvisar com uma nota? Em 2015 fiz um workshop com o saxofonista Ademir Junior e ele me provou que sim. Talvez você não possa desenvolver um melodia super interessante neste caso, mas ainda sobram o ritmo, dinâmica e articulação. E aí você percebe o quanto ainda se pode fazer, mesmo só com aquela nota. Sabe fazer uma oitava acima? Dobraram as possibilidades! Como prova, podemos escutar a parte A de Samba de Uma Nota Só, de Tom Jobim.



Obviamente, saber escalas e arpejos vai ampliar muito as possibilidade. Nem por isso você precisa sair aprendendo todas as escalas mais exóticas logo de saída. Concentre-se nas escalas maiores e menores relativas (você aprende 12 escalas e ganha 24 - se tiver dúvidas pesquise sobre escala relativa menor) . Faça isso em todos os tons, e já estará em outro patamar.


É verdade que cada gênero tem suas peculiaridades, e te garanto que esse é um estudo pra toda vida. No entanto, isso não pode te impedir de arriscar. Se você vai a uma roda de Choro e alguém te diz pra tocar alguma coisa: faça. Ninguém aprende sem experimentar. Pra mim esse sempre foi um tabu, mas nas vezes que me arrisquei sempre aprendi algo de muito valor. E o mais legal, não machuquei nem prejudiquei ninguém. Se alguém olhar de cara feia, paciência. Isso está em todos os lugares e gêneros.

Se você já está improvisando é quer se aprofundar, recomendo muitíssimo o livro do Caminhos da Improvisação, de Ademir Junior. Essa é uma pequena e recensão que fiz no dia 12.08.2019 no meu perfil do instagram:


"Ademir Junior é um dos melhores músicos que tive a oportunidade de presenciar. Foi em 2015 durante o maravilhoso Festival de Música de Itajaí. Boas Lembranças! Muita coisa ficou daqueles fantásticos dias: grande músico e pessoa. Hoje tenho o prazer de dispor deste incrível material que é o seu recente livro “Caminhos da Improvisação”. Aqui ele equilibra teoria e inspiração, método e prática, estudo e vida. Afinal, improvisar e viver como músico envolve tudo isso. Sempre me incomodei com exposições que tendem demasiadamente para o extremo teórico ou para a oposta subjetividade. Aqui temos um caminho do meio, que vai da biografia do autor às escalas indianas. Fenomenal!"



Para se aprofundar um pouco mais na improvisação jazzística, um ótimo caminho é captar e entender o fraseado de grandes saxofonistas. Para começar, um bom material de estudo pode se esse Ebook em PDF que desenvolvi, reunindo algumas das frases que mais gosto e que funcionam super bem. Estão também disponíveis - separadamente - playbacks para praticar livremente. Bons estudos a todos!








20 visualizações0 comentário